| COMO CHEGAR | FAVORITOS | CONTATO | ANUNCIE | TELEFONES ÚTEIS |
NEWSLETTER
   
  Notícias
   Cidade
   Cultura
   Esporte
   Meio Ambiente e Saúde
   Pets Achados/Perdidos
   Problemas da Cidade
   Região
   Coluna do colaborador
   A Mulher
  Guia de empresas

   Hospedagem
   Restaurantes
   Alimentos
   Com‚rcio
   Constru‡Æo
   Cultura e Lazer
   Educa‡Æo
   Esportes
   Imobili rias
   Ind£stria
   Sa£de
   Servi‡os
   Utilidade P£blica
   Ve¡culos
   Cadastre sua empresa
  Banco de Empregos
   Consultar Vagas
   Cadastrar Vagas
   Turismo
   Hist¢ria
   Folclore
   Cinema
   Eventos
   Fotos
   Vídeos
   Tempo
   Enquete
   Telefones úteis
   Seja um colaborador

18/05/2017


Renovação da outorga do Sistema Cantareira será oficializada no final de maio

Por: Assessoria de Comunicação Consórcio PCJ

A Agência Nacional de Águas (ANA) e o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), em reunião realizada com o Consórcio PCJ, a SABESP e os Comitês de Bacias PCJ e Alto Tietê, afirmaram que a renovação da outorga do Sistema Cantareira deverá ser publicada dentro do prazo previsto (31/05/2017). As novas minutas de outorga e de operação, contemplando algumas das sugestões do Consórcio PCJ expostas durante as audiências públicas, foram apresentadas pelo Diretor Presidente da ANA, Vicente Andreu, e pelo Superintendente do DAEE, Ricardo Borsari, nesta quarta-feira, dia 17 de maio, em São Paulo/SP.

As principais alterações contempladas nas minutas de outorga e de operação, que foram defendidas amplamente pelo Consórcio PCJ, foram: a inserção de mais um ponto de controle no rio Atibaia, no município de Atibaia/SP; e a inserção de mais condicionantes à SABESP, que deverá prestar apoio para a ampliação de projetos nos moldes dos Programas Produtor de Água da ANA e Nascentes do Governo de São Paulo na bacia contribuinte ao Sistema Cantareira, com o objetivo de reduzir a erosão e o assoreamento e melhorar a captação e infiltração da água de chuva.

O prazo final para a publicação das resoluções de outorga e de operação do Sistema Cantareira foi definido pela ANA e pelo DAEE para o final do mês de maio, após os vários adiamentos feitos em decorrência da crise hídrica de 2014/2015. “De maneira geral, acreditamos que as novas resoluções, apesar de bem mais complexas, garantirão maior segurança na gestão do Sistema Cantareira”, destaca a Gerente Técnica do Consórcio PCJ, Andréa Borges.

O que mudou desde a última outorga (2004)

A outorga de 2004, com validade de 10 anos, garantia uma vazão de apenas 5m3/s para as Bacias PCJ no período de estiagem, o que se mostrou insuficiente nos últimos anos, visto que a região chegou a solicitar até 12m3/s para garantir o abastecimento público, rural e industrial. Para a Bacia do Alto Tietê, a vazão disponível era de até 31m3/s pela transposição de água dos reservatórios do Jaguari/Jacareí, Cachoeira e Atibainha. A outorga também previa a utilização da ferramenta “Banco de Águas”, que se mostrou ineficiente tanto em períodos de seca quanto de cheias.

Após a grave estiagem que atingiu o Sistema Cantareira em 2014 e 2015, que provocou o seu total esvaziamento e a necessidade de utilização de suas reservas estratégicas (volume morto), os órgãos gestores, juntamente com as regiões envolvidas, chegaram a um consenso de que seria necessário um novo modelo de gestão para garantir sua sustentabilidade hídrica. Desta forma, a renovação da outorga foi adiada para 2017, para que diversos estudos técnicos pudessem ser realizados.

Neste período, visando contribuir com a tomada de decisão, o Consórcio PCJ firmou convênio com o Laboratório de Apoio Multicritério à Tomada de Decisão Orientada à Sustentabilidade Empresarial e Ambiental (LADSEA), coordenado pelo Prof. Dr. Antonio Carlos Zuffo, da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Desta parceria, nasceu a proposta de limitar as vazões a serem liberadas do Sistema Cantareira ao seu volume armazenado, criando as diversas faixas de operação.

A partir dessa ideia, surgiu uma nova proposta de operação do Sistema Cantareira, sistematizada nas Figuras 1 e 2 (Fonte: ANA). Com isso, a região das Bacias PCJ passa a ter garantida uma vazão de 10m3/s no período seco, podendo chegar até 12m3/s no período úmido. Já para a região do Alto Tietê, a vazão disponibilizada continua sendo a mesma (até 33m3/s na elevatória Santa Inês – ou seja, somadas as vazões dos reservatórios das Bacias PCJ às do reservatório Paiva Castro).

O banco de águas será substituído por um mecanismo sazonal: o eventual saldo não utilizado em um mês poderá ser utilizado nos meses secos seguintes. Porém, ao final do período seco, o saldo não utilizado pelas Bacias PCJ não será transferido para o ano seguinte, apenas poderá ser utilizado pela SABESP mediante pagamento aos Comitês PCJ (conforme regra a ser definida pelos interessados). O Consórcio PCJ considera que essa medida deve ser bastante discutida e avaliada com muita cautela no âmbito dos Comitês PCJ, antes de serem definidas as regras para essa negociação com a SABESP.

A outorga continuará tendo validade de 10 anos, sendo que a SABESP deverá apresentar neste período diversos planos de trabalho como condicionantes à utilização do Sistema Cantareira, compreendendo: ampliação e modernização da rede de postos de monitoramento de chuva e vazão; monitoramento da qualidade de água; gestão da demanda (controle de perdas, uso racional, reuso, combate ao desperdício); ampliação de projetos de conservação de nascentes e proteção aos mananciais; dentre outros.

Acesse aqui o conteúdo das novas minutas de operação e de outorga do Sistema Cantareira.

Leia mais:

Minutas de resolução da outorga e de operação do Sistema Cantareira são divulgadas para avaliação final
Piracaia faz plantio de 300 mudas nativas no reservat¢rio Cachoeira do Sistema Cantareira
ANA e DAEE liberam minuta da nova outorga do Sistema Cantareira
Cantareira tem 44% a mais de chuva em janeiro e recupera ¡ndice de antes da crise
Maior represa do Cantareira registra n¡vel mais alto nos £ltimos cinco anos

 

Compartilhe este texto:

|

 

COMENTAR >>

Os comentários e textos assinados por colaboradores ou assessorias de imprensa não refletem, necessariamente, a opinião do portal www.atibaia.com.br. Todas as informações são de integral responsabilidade de seus autores.

 

publicidade

publicidade

Busca de notícias:

 

NOVO!
CLASSIFICADOS!

Classificados gratuitos do portal
Atibaia.com.br!

 

 

Banco de Empregos
Total de vagas: 283

 

publicidade

últimas notícias

:: Concessionária realiza operação para recuperação do pavimento da Dom Pedro I no fim de semana
26/05/2017

:: Vereador requer informações quanto à demanda de usuários não atendidos pelo SUS
26/05/2017

:: Vereador solicita informações quanto à execução de serviços de manutenção no Loteamento Jardim Maracanã e adjacências
26/05/2017

:: Vereador solicita poda de árvores no bairro Vila Thaís
26/05/2017

:: Vereador solicita manutenção para o bairro Estoril e Estrada Siloé
26/05/2017


Vereador indica anteprojeto de lei que cria o programa “Domingo Livre” em Atibaia
visitas
Ruas com buracos estão gerando transtornos na região do Tanque
visitas
Policiamento na Praça Pedro de Toledo foi solicitado na Câmara de Atibaia
visitas
Ruas da região do bairro São Felipe carecem de sinalização
visitas
Vereador solicita pintura de sinalização de vagas no Centro
visitas

publicidade